Pular para o conteúdo principal

Hoje é:

Memória Descritiva e Justificativa


 

CAPITULO II

Memória Descritiva e Justificativa


Memória Descritiva e Justificativa

I.                   Descrição geral:
A presente memória descritiva e justificativa refere-se a um projeto de construção de um edifício habitacional R/chão e 1º andar, trata-se de uma moradia unifamiliar.
O edifício terá os seguintes compartimentos:
R/Chão
1.  Uma sala comum;
2.  Uma cozinha;
3.  Uma garagem com comunicação interior;
4.  Uma W.C geral;
5.  Duas varandas;
6.  Um escritório;
7.  Circulação.
1º Andar
1.  Um quarto (suíte);
2.  Dois quartos;
3.  Uma W.C geral;
4.  Uma área de lazer;
5.  Uma área de circulação;
6.  Três varandas.

II.                Aspectos Técnicos
1.      Implantação
Para uma boa e correta implementação da obra antes de qualquer atividade efetua-se a limpeza e regularização do terreno. A implantação será executada tendo em consideração, as fundações e planta de implantação, não se esquecendo dos afastamentos frontais e laterais pré- estabelecidos de acordo com a zona a implantar. Os afastamentos encontrar-se-ão na planta de implementação.




2.      Caboucos
As aberturas dos caboucos serão executadas de acordo com os pormenores da planta de fundação. As escavações dos caboucos das sapatas serão de secção 1,50 x1,50m e profundidade de 1,78m e caboucos simples com 0,60m de largura e 1,38m de profundidade.

3.      Fundação
Serão erguidas fundações de sapata isoladas de betão armado ao traço 1:2:3 a sapata será constituída por uma malha de  16mm & 15cm. Assente sobre uma camada de 0,20m de almofada de areia regada e compactada em camadas, uma camada de 0,10 de enrocamento de pera regada e bem compactada em camadas, e uma camada de 0,10m de betão de limpeza ao traço 1:3:4 por cima da sapata estará assente uma viga de fundação de secção 0,20x0,40m do traço 1:2:3 a viga terá a função a união das sapatas. A alvenaria de fundação será blocos maciços de 0,20m.

4.      Pavimento
A caixa de pavimento será preenchida com uma camada de 0,10m de terra regada e bem compactada em camadas e uma camada de 0,10m de pedra.
O pavimento será de betão ao traço 1:3:4 com uma espessura de 0,10m.

5.      Alvenaria
A alvenaria será de bloco vazado de cimento e areia de 0,20m, serão empregues em conformidade com a planta de piso. A união dos blocos será executada com argamassa de cimento areia ao traço de 1:4.

6.      Pilares
Os pilares a serem erguidos serão betão armado de secção 0,20x0,20m o aço será da classe A235 e o betão da classe B20 ao traço 1:2:3 executado na obra e compactada com o auxílio ao vibrador mecânico.

7.      Vigas
As vigas serão de betão armado de secção 0,20x0,30m excepto a viga de fundação que tem como secção 0,20x0,40m de modo que funcionem á cutelo, o aço a ser empregue será da classe A235 e o betão será da classe B20 ao traço 1:2:3 executado na obra com auxílio do vibrador mecânico.

8.      Lajes
As lajes a serem empregues serão maciças de betão armado ao traço 1:2:3, o aço será da classe A235 e o betão da classe B20.

9.      Cobertura
O edifício albergará uma cobertura de chapas onduladas de fibrocimento, que estarão assentes sobre madre de madeira pinho de secção 10cm x 5cm, e estes por sua vez fixas a asna de madeira de pinho de secção 15cm x 8cm. A asna de madeira estará diretamente assente sobre a viga.

10.  Aros, Portas e Janelas
Todos aros das portas e janelas, bem com diversas esquadrias serão de madeira chanfuta com um bom acabamento, todas as portas interiores serão de contraplacado e aos exteriores em madeira maciça com bom acabamento para fins estéticos.

11.  Acabamentos
11.1.Reboco
As paredes interiores como exteriores, serão rebocadas com argamassa de cimento e areia ao traço 1:4.
11.2.Revestimento de paredes
As paredes susceptíveis a humidade constante como W.Cs e cozinhas, serão revestidas com azulejo ate a altura de 1,50m.
11.3.Revestimento de pisos
Os pavimentos serão revestidos do seguinte modo: cozinha e W.Cs mosaico hidráulico; sala mosaico cerâmica; quartos mosaicos cerâmicos; varanda mosaico hidráulico; garagem betonilha queimada a colher de pedreiro.
12.  Pintura
Sobre as paredes rebocadas, aplicar-se-ão duas demão de tinta plástica (PVC) da marca Neuce sobre uma primaria.


13.  Instalações e canalizações
Todas as instalações e canalizações elétricas deverão ser entregue a uma pessoa especializada na área e esta deverá ser executada em conformidade com as plantas dos anexos. Sem fugir as regras de instalações e das canalizações em vigor no país de modo a garantir a segurança.

14.  Características dos materiais a construir
14.1.Cimento
O cimento a utilizar na obra será do tipo Portland normal e outras inscrições expressas no regulamento. Respeitando o regulamento de recepção e armazenamento desse material na obra.
14.2.Inertes finos e grossos
Os inertes finos deverão ser de boa qualidade e limpa os seus grãos deverão ser de tamanho uniforme. Os inertes grossos deverão ser limpos, não deverão ser quebradiços nem de dimensões variadas.
Todos inertes deverão ser isentos de impureza orgânica ou qualquer outro tipo de material que prejudique nas misturas.
14.3.Água
A água a ser usada devera ser limpa (água potável) isenta de qualquer impureza ou outras substâncias prejudiciais.
14.4.Cofragem
Todos os elementos estruturais de betão armado, terão cofragem de madeira.

III.             Observações finais
A parte omissa desta memória descritiva e justificativa será observado nas melhores normas e regulamento de construção em vigor no país.



←     Atrás                                                                                                                            

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Texto expositivo explicativo

Texto expositivo explicativo é um texto que visa dar a conhecer fazer saber compreender um determinado assunto. É um texto cujo intenção da comunicação se prende essencialmente com conhecimento da realidade a respeito da qual oferece um saber. A finalidade é de informar transmitir conhecimento aos destinatários.

Texto Expositivo-Argumentativo

Argumento é um raciocínio lógico destinado a provar ou refutar uma informação. Ou ainda, "Um argumento pode ser definido como uma afirmação acompanhada de justificativa (argumento retórico) ou como uma justaposição de duas afirmações opostas, argumento e contra-argumento (argumento dialógico) ." E "Na lógica, um argumento é um conjunto de uma ou mais sentenças declarativas, também conhecidas como proposições, ou ainda, premissas, acompanhadas de uma outra frase declarativa conhecida como conclusão ."

Conheça as 9 melhores universidades de Moçambique

Ranking Académico:Segundo a pesquisa produzida pelo Webometrics Ranking of World Universitiescom a iniciativa de Cybermetrics Lab (Conselho Nacional de Pesquisa Espanhol), que fornece informações sobre o desempenho das Universidade de todo o Mundo, fez uma analise nesse ano de 2016 das melhores Universidade do Mundo e nós extraímos da lista as melhores de Moçambique, confira:

Notícias de Moçambique

Notícias de Moçambique
MOZNEWS

Será África berço da Humanidade?

Será África berço da Humanidade?
O Continente Africano é considerado o berço da Humanidade porque nele foram encotrados os primeiros registos fósseis mais antigos. Veja o artigo Completo clicando na Imagem!