Pular para o conteúdo principal

Hoje é:

Estudo do bairro da Munhava

Munhava é o bairro mais famoso e popular da cidade da Beira, localiza-se no seu centro e compreende o maior círculo eleitoral da cidade. O bairro nos últimos anos tem sido palco de grandes construções a caminho de um suspiro histórico em termo urbanístico.

Com meios de Saneamentos em construção o Bairro da Munhava cavalga a tornar-se um dos maiores pontos de atracção da Cidade, pois compreende o estádio Municipal da Beira e o Octógono Hidrográfico da munhava mais conhecido por Bacia Hidrográfica da Munhava ou simplesmente Bacia da Munhava. Embora a história do seu povo nem sempre tem sido bem olhada devidos alguns factos que marcaram a história desse bairro fazendo estar na História da cidade – tem sido de violência excessiva.

Divisão territorial do bairro

O bairro da Munhava é seguido do bairro da Manga em termo da extensão territorial e em termos demográficos, o bairro da munhava é dividido de 5 maneiras: munhava Central (matchipisse entre outros), Munhava do este (Maraza entre outros), Munha do Norte (Munhava-matope entre outros), Munhava do Sul (Txantxim entre outros) e Munhava do Norte (Casquinha entre outros).
Diferentemente de muitos bairros da cidade da Beira, Munhava alcançou a sua maior popularidade e destaque entre todos os bairros por estar no centro da Cidade e ter uma forte inclinação política e violenta em casos de discórdia de conceito.

O ano de maior índice de violência política na Munhava foi 2013, onde um determinado grupo do partido MDM e da FRERLIMO se confrontou resultando em vandalização de viaturas cujas algumas foram incendiadas e a polícia respondeu com balas de borrachas e bombas lacrimogéneos.
E em uma onde o presidente do município Daviz Simango sofreu um atentado no dia do seu comício no Campo Municipal.

Dominação linguística

Em termos linguísticas a Munhava é dominada por duas línguas naturais Sena e Ndau. Porém, o bairro tem sido um dos centros comercias muito potente o que o torna multilíngue.
A torre do FIPAG visível de longe é o maior símbolo de reconhecimento do bairro.

Etimologia de nome do bairro


O nome do bairro «Munhava» etimologicamente advém da língua Lomwe segundo alguns enquanto outros defendem advém do Chuabo.

De lomwe diz-se: Nkitchavava Nkinyavava que significa Comi aqui e defequei aqui. E em Chuabo diz-se: Kanyavala que em língua Sena quer dizer Kunya apa ou em Português Defeca aqui.
Isso não é de surpreender, pois um dos pioneiros em narrar a história da munhava é o famoso cantor Thazi em sua música intitulada «Munhava» descreveu o munhava dos anos 90 onde descreve como não havendo higiene por parte do povo e faltava a boa civilização o que pode se notar ainda em uma escala reduzida.

Thazi manifestava interesse por um munhava mais civilizado e desenvolvido insinuando que munhava era um dos bairros mais humilhado entre todos Bairros da Cidade.

Portanto, o bairro hoje é uma figura incontornável de decisão política na cidade da Beira e um exemplo de tomada de decisão. Compreende o segundo maior Hospital da Beira em termo de infra-estrutura e 5 mercados do este a oeste incluindo o centro que tem os dois maiores mercados mais destacados do bairro. Compreende bancos e seus respectivos ATMs das seguintes Agenciais Millenium Bim, Mozabanco e BCI. Ainda o bairro compreende duas Escolas Secundárias, uma Privada; Escola Secundária são José da Munhava e outra estatal; Escola Secundária de Muchatazina e 5 Escolas primaria.

Bacia Hidrográfica da Munhava

Octógono hidrográfico da Munhava ou Bacia hidrográfica da Munhava ou simplesmente Bacia da munhava (OHM, BHM ou BM, sigla) como popularmente é conhecida é um projecto de canalização das águas pluviais e despejo que regula o equilíbrio das águas do mar e as da chuva quando em simultâneo colidem.

Com frequência haviam inundações nos bairros da cidade da Beira em destaque o bairro da Munhava sofria grandes inundações e para minimizar esse problema o governo com o apoio do fundo do Banco Mundial (BM) teve disponibilidade de investir no projecto Chiveve, por meio desse fundo foi renovado o ambiente paisagístico do rio Chiveve que liga a praia nova e a das palmeiras. Enquanto a vala de drenagem Chipangara-Munhava que traceja os bairros de Matacuane, Esturo, Mananga e banha na Bacia da Munhava. Essa mesma vala cria braços nos bairros de Mananga e Munhava (Muchina-Massamba).

O Octógono hidrográfico da munhava tem uma forma matemática de um polígono de oito lados com uma vasta área de ocupação, tornando-o no primeiro lago artificial da cidade da Beira.

Projecto de construção de vala de drenagem


Vala de drenagem Chipangara-Munhava é uma longa e curva vala que traceja por meio de 3 bairros que parte da Munhava recolhendo as águas residuais e pluviais até ao mar evitando inundações que ocorriam a alguns anos. Esse projecto teve seu início em 2012 primeira fase e terminou em 2016, embora fosse profetizado desde 2010 e teve seu fim em 2017 pese embora ainda a bacia da Munhava que faz parte desse projecto ainda esteja em construção.




Antigamente, isto é no ano 2000 até a construção desse projecto a vala de drenagem Munhava-Chipangara era conhecida pelo nome do empreiteiro que a escavou: Tâmega. Essa infra-estrutura pós-colonial marca uma nova época da história da cidade da Beira e consequentemente de Moçambique. A mesma vala de drenagem dá continuidade no porto da Beira e ao redor do porto que ainda constitui o bairro da munhava concretamente o bairro da Munhava-matope. Anuncia-se que a inauguração da vala de drenagem em conjunto com a Bacia Hidrográfica da Munhava, BHM será feita no dia 20 de Agosto o dia de aniversário da Cidade da Beira
.
Construção de novas ruas

Ao longo da Tâmega, antiga vala de drenagem existia uma rua construída pelo município da Beira em 2010 que foi reconstruída variais vezes devido a elasticidade que o solo sofria criando ondulações no pavimento e com a construção da nova vala de drenagem Munhava-Chipangara que foi dotado de um Muro de contenção lateral impedindo a elasticidade do solo foi possível a reconstrução da rua, avenida 24 de Julho por empreiteiro CHICO orientada pelos Chineses.

Construção do maior estádio da Munhava

Munhava como bairro teve a promessa de um estádio Municipal melhorado em 2016 e as obras arrancaram em 2017 e a primeira pedra foi colocada pelo presidente do município da Beira Daviz Simango, a obra está avaliada em cerca de 94 milhões de meticais. E com capacidade para suportar até 8 mil assentos e tem balneários para sua acomodação. Para que houvesse uma obra da tamanha envergadura foram destruídas 17 casas para proporcionar o espaço, o estádio localiza-se ao lado do posto administrativo da munhava na rua Krusses Gomes nr. 2312.

Descrito por Rosário Cangomba

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Texto expositivo explicativo

Texto expositivo explicativo é um texto que visa dar a conhecer fazer saber compreender um determinado assunto. É um texto cujo intenção da comunicação se prende essencialmente com conhecimento da realidade a respeito da qual oferece um saber. A finalidade é de informar transmitir conhecimento aos destinatários.

Texto Expositivo-Argumentativo

Argumento é um raciocínio lógico destinado a provar ou refutar uma informação. Ou ainda, "Um argumento pode ser definido como uma afirmação acompanhada de justificativa (argumento retórico) ou como uma justaposição de duas afirmações opostas, argumento e contra-argumento (argumento dialógico) ." E "Na lógica, um argumento é um conjunto de uma ou mais sentenças declarativas, também conhecidas como proposições, ou ainda, premissas, acompanhadas de uma outra frase declarativa conhecida como conclusão ."

Conheça as 9 melhores universidades de Moçambique

Ranking Académico:Segundo a pesquisa produzida pelo Webometrics Ranking of World Universitiescom a iniciativa de Cybermetrics Lab (Conselho Nacional de Pesquisa Espanhol), que fornece informações sobre o desempenho das Universidade de todo o Mundo, fez uma analise nesse ano de 2016 das melhores Universidade do Mundo e nós extraímos da lista as melhores de Moçambique, confira:

Notícias de Moçambique

Notícias de Moçambique
MOZNEWS

Será África berço da Humanidade?

Será África berço da Humanidade?
O Continente Africano é considerado o berço da Humanidade porque nele foram encotrados os primeiros registos fósseis mais antigos. Veja o artigo Completo clicando na Imagem!