Pular para o conteúdo principal

Hoje é:

História de Massacre de Moeda

O Massacre de Mueda , a 16 de junho de 1960 , foi um dos últimos episódios da resistência dos moçambicanos à dominação colonial antes do desencadear da luta armada de libertação nacional.
Em Moçambique, a efeméride coincide com o Dia da Moeda Nacional, o Metical, e Dia da Criança Africana.


Historial

Passam-se mais de cinquenta e seis anos do Massacre de Mueda, em Cabo Delgado.
O Massacre de Mueda, ocorrido a dezasseis de Junho de 1960, foi um dos últimos episódios da resistência dos moçambicanos à opressão colonial, antes do desencadeamento da Luta Armada de Libertação Nacional.
Naquela data, realizou-se uma reunião entre a população do actual distrito de Mueda e a administração colonial, que terminou com o massacre de mais de quinhentos moçambicanos pela tropa colonial portuguesa.

Massacre de Moeda 1960 | Imagem: RM
A reunião foi pedida pela população de Mueda que cansada do trabalho forçado, da violência, e da repressão, procurou um meio para acabar com a triste situação de vida. Para o efeito, uma delegação composta por Faustino Vanomba, Kibiriti Diwani e Modesta Yusu, foi expor ao administrador de Mueda, as reivindicações da população.
Perante o administrador, a delegação fez o relato do sofrimento do povo, particularmente no que dizia respeito ao cultivo obrigatório do algodão. Referiram também a ocupação das terras férteis pelos colonos e a expulsão dos moçambicanos para as áreas áridas e improdutivas.

Depois de ouvir as preocupações da população de Mueda, o administrador colonial, não deu uma resposta imediata, só viria a acontecer dentro de quatro dias, pois iria discutir o assunto com o seu superior hierárquico em Porto Amélia, hoje cidade de Pemba. Realizado o encontro com o chefe, o administrador de Mueda espalhou os seus sipaios por toda a região do planalto e convidou a população a estar presente em frente à Secretaria da Administração, no dia 16 de Junho, segundo ele, seriam resolvidos assuntos muito importantes.

História de Moçambique


Emblema
                            

Bandeira de Moçambique


Entretanto, o administrador tinha ordenado que fossem abertas trincheiras em redor da secretaria da administração. Nesta data, o governador do então distrito de Cabo Delgado, deslocou-se a Mueda, escoltado por um pelotão de soldados portugueses, que os ordenou a esconderem-se nas margens do rio Chudi, próximo do local da concentração.

Na sua alocução, o governador procurou convencer a população a abandonar a ideia da independência. O discurso, era sistematicamente interrompido pela polução que gritava: “Independência! Independência! Queremos a independência”.
O ambiente gerado não era consensual, daí que o administrador sugeriu que um grupo representativo fosse discutir com ele na secretaria. Mal o grupo chegou, os seus membros foram algemados e, em seguida, foram levados à força para um carro que estava preparado para os levar.

Mal estas palavras foram ditas, o governador gritou: Fogo! O fogo das espingardas, metralhadoras e o ribombar das granadas. Nos dez minutos que se seguiram, pouco depois das cinco horas da tarde, mais de 500 moçambicanos foram chacinados pelas forças de repressão colonial. O massacre de Mueda ensinou uma dura lição ao povo moçambicano.

Os que mantinham, até então, a ilusão de que era possível conquistar a Independência por meios pacíficos, aprenderam com a brutalidade e a violência em Mueda, que a luta armada seria o único caminho possível para  se alcançar a Liberdade.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Texto expositivo explicativo

Texto expositivo explicativo é um texto que visa dar a conhecer fazer saber compreender um determinado assunto. É um texto cujo intenção da comunicação se prende essencialmente com conhecimento da realidade a respeito da qual oferece um saber. A finalidade é de informar transmitir conhecimento aos destinatários.

Conheça as 9 melhores universidades de Moçambique

Ranking Académico:Segundo a pesquisa produzida pelo Webometrics Ranking of World Universitiescom a iniciativa de Cybermetrics Lab (Conselho Nacional de Pesquisa Espanhol), que fornece informações sobre o desempenho das Universidade de todo o Mundo, fez uma analise nesse ano de 2016 das melhores Universidade do Mundo e nós extraímos da lista as melhores de Moçambique, confira:

Texto Expositivo-Argumentativo

Argumento é um raciocínio lógico destinado a provar ou refutar uma informação. Ou ainda, "Um argumento pode ser definido como uma afirmação acompanhada de justificativa (argumento retórico) ou como uma justaposição de duas afirmações opostas, argumento e contra-argumento (argumento dialógico) ." E "Na lógica, um argumento é um conjunto de uma ou mais sentenças declarativas, também conhecidas como proposições, ou ainda, premissas, acompanhadas de uma outra frase declarativa conhecida como conclusão ."

Notícias de Moçambique

Notícias de Moçambique
MOZNEWS

Será África berço da Humanidade?

Será África berço da Humanidade?
O Continente Africano é considerado o berço da Humanidade porque nele foram encotrados os primeiros registos fósseis mais antigos. Veja o artigo Completo clicando na Imagem!