Pular para o conteúdo principal

Hoje é:

Conceito do Relatório



Introdução

Como podemos ver; o termo relatório provém do verbo relatar, isto é, expor por escrito ou de um modo oral um determinado invento ocorrido num determinado tempo e espaço.
E esse compreende vários tipos, que serão analisado nessa página. O presente trabalho foi dedicado por um Grupo de Estudantes da área de Construção de edifícios Noturno do IICB, para o Crítico Melódico, com o intento de coadjuvar mais estudantes que requestam por saber para saber – Anónimos.

Leia e compreenda!


Conceito

O conceito relatório, enquanto derivado do verbo relatar, é a exposição, oral ou escrita, das características e circunstâncias de um sucesso ou assunto. Trata-se, por outras palavras de acções e efeito de relatar.

Exemplos:
No âmbito da política, um relatório é o parecer de uma comissão parlamentar.
No campo de direito, trata-se de uma exposição dos motivos que determinam a apresentação de um projeto de lei ou decreto.

Por outro lado, um relatório é um documento que se caracteriza por conter a informação que reflete o resultado de uma investigação ou de um trabalho, adaptado ao contexto de uma determinada situação. Trata-se, muitas das vezes, da narração escrita e circunstanciada dos factos ocorridos na administração de uma sociedade, ou dos dados recolhidos numa inspecção.
A regra geral do relatório é obvia, relatar ou reportar. Em todo caso, pode incluir elementos persuasivos, como recomendações ou sugestões.

Um relatório pode ser público ou privado.

Por exemplo: Os que permitem responder as perguntas colocadas ao governo ou a uma empresa.
O relatório também pode ser uma declaração formal dos resultados de uma investigação ou de qualquer assunto sobre o qual seja exigida uma informação precisa por qualquer pessoa ou a quem é exigido que o faça ou pode ser uma narração oral ou escrita, organizada e com pormenores, de acontecimentos vividos ou de atividades profissionais referentes a uma determinada tarefa em determinado período.

Um verdadeiro relatório deve-se apoiar em factos reais, analisá-los, estudar as possíveis soluções e apresentar uma proposta.

Descritiva – a discrição de factos passados com objectivo de esclarecer uma situação e possibilitar uma melhor decisão. Em carácter informativo e é um texto muito usual nos serviços público e privado.
Técnica – expõem factos de ocorrência ou da execução do serviço de uma administração pública ou privada, sendo esta acompanhada de gráficos,  mapas, tabelas e ilustrações.

Quanto a sua disposição, o relatório deve possuir:


  • Título de assunto em causa;

  •   Introdução, com as linhas gerais do problema;

  • Explicação que conduz a procura de soluções;
  • Pormenores, com dados e provas;
  •  Resumo final;
  •  Propostas;
  • Anexos (se houver);

 Nível de língua e forma de tratamento


Nível de linguagem

  1. Nível de  Linguagem – cuidado;
      2. Linguagem direta; 

      3.   Linguagem objetiva e; 

      4. Usar linguagem corrente (dependendo do tipo de relatório);

 

Forma de tratamento

  1. Deve ser cuidadosamente elaborado;
  2. Forma de tratamento de cortesia e;
  3. Apresentação com clareza;

Quanto a prioridade da sua elaboração, o relatório pode ser produzido no decurso ou no final de uma atividade.

Nota: No relatório pode ser usado os pronomes, com predominância para os Pronomes. demonstrativos variáveis: este, está, estes, estás, aquele, aquela, aqueles, aquelas, esse, essa, esses, essas, invariáveis: isto, isso, aquilo.

Estes pronomes têm a ver com o lugar. Por exemplo: este (a) (s) indica ou indicam algo que está no mesmo lugar que o falante; esse (a) (s) indica/indicam que o objectivo referido esta junto do receptor; aqueles (a) (s) e aquilo indicam que os objectivos referidos estão longe de dois sujeitos falantes (emissor e receptor).

Ao elaborar o relatório é necessário observar com muito cuidado tendo em vista a expressão relatar é ver outrem que significa o relator produz o relatório para que alguém tome conhecimento e decisões em função de que é informado.

Estrutura de relatórios usuais

Relativamente a sua estrutura, os relatórios tendem a repetir a sua estrutura de uma investigação científica (introdução métodos, resultados e debates). Apesar existir uma formatação padronizada, pode ter flexibilidade, podendo nomeadamente basear-se na estrutura de problema-solução, de acordo com as preocupações da audiência.

Um relatório deve ser constituído por:

1.      Cabeçalho (local e data)
Destinatário (nome e função)
Assunto (síntese do conteúdo)

2.      Composição

Exposição dos factos;
Apreciação dos factos;
Explicação e;
Conclusão e sugestão;

3.       Fecho
 Despedida com cortesia;
Assinatura;
Objectivo
De um modo geral podemos dizer que, os relatórios são escritos com os objetivos de:
1)      Divulgar os dados técnicos obtidos e analisados;
2)      Registá-los em carácter permanente;

Tipos de relatório

Dependendo do tipo de relatório, o formato pode ser simples, com títulos e subtítulos que indicam os assuntos tratados, ou complexo, com gráficos, imagens, tabelas, diagramas, apêndices, resumos, notas de rodapé e regências variadas.

Encontramos os seguintes principais tipos de relatórios:
A.    Relatório clássico – são gerados utilizando os resultados da consulta como a origem de dados e um modelo de formulário. O modelo de formulário, referido como formulário, especifica como você deseja que os resultados da consulta sejam formatados no relatório.

Os formulários são considerados objetos e podem ser salvos em seu repositório, no catálogo do arquivo. Ao abrir um objeto, formulário para gerar o relatório. Quando abertos, os formulários utilizam automaticamente os resultados da consulta atualmente ativa como a origem de dados.
Exemplo: Acidente, avaria, jornada comercial, venda promocional, feira de exposição, etc.

B.     Relatório de inquérito
Um inquérito pode incidir sobre opiniões ou informação factual, dependendo do seu objectivo, mas todos os inquéritos envolvem a ministração de perguntas indivíduos. Quando as perguntas são colocadas por um pesquisador, o inquérito é chamado uma entrevista ou inquérito ministrador por um pesquisador.

Exemplo 1:dados estático – são usados para recolher informação quantitativa nos campos de marketing, sondagens políticas, e pesquisa nas ciências sociais.
Exemplo 2: evolução de um sector económico, situação do mercado, etc.

C.    Relatório crítico ­ é um conjunto de informações utilizado para reportar resultados parciais ou totais de uma determinada atividade, experimento, projeto, acção, pesquisa, ou outro evento, esteja finalizado ou ainda em andamento.

Exemplo: Acerca de uma função, serviço, organização, com um fim do seu aperfeiçoamento ou expressão.

D.    Relatório de reunião
Este relatório tem sido feito muito nas escolas, empresas seja pública ou privada, com objetivos de relatar todos acontecimentos dos departamentos, suas recaídas, suas vitórias e suas melhorias, etc.

Exemplo: Reunião de trabalho, um concelho, uma associação, etc.

E.     Relatório de síntese

Acerca de relatórios particulares apresentando pontos de vistas diferentes.
Exemplo: Divulgação de um segredo do estado, do ministro, etc.

F.     Relatório de peritagem ­ é um documento que traduz detalhadamente o apuramento e a quantificação dos danos, resultante de um sinistro, sempre que tal for tecnicamente viável.
Exemplos: Peritagem amigável ou judicial, pedido de crítico bancário, etc.

G.    Relatório de estágio
Foi elaborado para servir de base para a elaboração dos trabalhos de conclusão do curso de graduação em biomedicina da UFRGS (universidade federal do rio grande do sul) .
Exemplo: Estágio de estudos, de formação e de aperfeiçoamento.




Bibliografia


1.      Livro de língua portuguesa da 7ª classe;
2.      Manual do ensino técnico do 1º e 2º ano do nível médio;
3.      Biblioteca sectorial do ICBS, traves do www.ufrgs.br/biblicbs/modelo-rel-estagio-word;
4.      https//www.google.co.mz;


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Texto expositivo explicativo

Texto expositivo explicativo é um texto que visa dar a conhecer fazer saber compreender um determinado assunto. É um texto cujo intenção da comunicação se prende essencialmente com conhecimento da realidade a respeito da qual oferece um saber. A finalidade é de informar transmitir conhecimento aos destinatários.

Texto Expositivo-Argumentativo

Argumento é um raciocínio lógico destinado a provar ou refutar uma informação. Ou ainda, "Um argumento pode ser definido como uma afirmação acompanhada de justificativa (argumento retórico) ou como uma justaposição de duas afirmações opostas, argumento e contra-argumento (argumento dialógico) ." E "Na lógica, um argumento é um conjunto de uma ou mais sentenças declarativas, também conhecidas como proposições, ou ainda, premissas, acompanhadas de uma outra frase declarativa conhecida como conclusão ."

Conheça as 9 melhores universidades de Moçambique

Ranking Académico:Segundo a pesquisa produzida pelo Webometrics Ranking of World Universitiescom a iniciativa de Cybermetrics Lab (Conselho Nacional de Pesquisa Espanhol), que fornece informações sobre o desempenho das Universidade de todo o Mundo, fez uma analise nesse ano de 2016 das melhores Universidade do Mundo e nós extraímos da lista as melhores de Moçambique, confira:

Notícias de Moçambique

Notícias de Moçambique
MOZNEWS

Será África berço da Humanidade?

Será África berço da Humanidade?
O Continente Africano é considerado o berço da Humanidade porque nele foram encotrados os primeiros registos fósseis mais antigos. Veja o artigo Completo clicando na Imagem!